Bradesco demite, transfere e faz “adequações”
22/11/17 @ 18:23 pm

Banco já fechou agências para aumentar lucro.

Funcionários ficam sobrecarregados; clientes têm menos postos de atendimento e precisam esperar mais tempo nas filas.

            Há algum tempo o movimento sindical vem afirmando de que o Bradesco, assim como os demais bancos que atuam no país, tem usado a estratégia da redução de pessoal e de postos de atendimento para aumentar ainda mais seus lucros já astronômicos. O banco obteve um Lucro Líquido Ajustado de R$ 14,162 bilhões nos nove primeiros meses de 2017. O número representa um crescimento de 11,2%, em relação ao mesmo período de 2016 e de 2,3% no trimestre.

            O banco fechou 223 agências somente no terceiro trimestre de 2017, reduzindo sua rede para 4.845 unidades no final de setembro. Após a incorporação do HSBC, em setembro de 2016, o banco chegou a ter 5.337 agências.

            Recentemente o Sr. Alexandre Glüher, vice-presidente responsável pelas áreas de relações com investidores e gestão de riscos do banco, disse que “os ajustes continuarão a ocorrer para ajustar a estrutura à necessidade dos clientes”.

Demissões

            Além de fechar unidades, a redução do quadro de pessoal também faz parte desses “ajustes”. A holding encerrou setembro de 2017 com uma redução expressiva de 9.234 postos de trabalho em relação ao mesmo mês no ano passado, apesar da incorporação dos trabalhadores HSBC, que tinha aproximadamente 20 mil trabalhadores. Atualmente, o quadro de funcionários conta com 100.622 empregados.

            O banco anunciou, em julho de 2017, um Plano de Desligamento Voluntário Especial (PDVE) e o saldo pode cair ainda mais até dezembro de 2017, tendo em vista que no plano há o prazo de até 180 para o efetivo desligamento. O PDVE contou com 7,4 mil adesões e o banco deve economizar R$ 1,5 bilhão por ano somente com essa redução de funcionários.

            Quando houve a incorporação do HSBC, o banco prometeu que não fecharia agências. O fechamento de agências e a redução de pessoal sobrecarrega os funcionários que permanecem e prejudica os clientes, que tem menos postos de atendimento e precisam esperar mais tempo nas filas.

                SITUAÇÃO NA BASE DO SINDICATO EM MOSSORÓ E REGIÃO

                Dentro dessa política reducionista e de “adequação”, o Bradesco em Mossoró e região, demitiu 4 funcionários nos últimos dois meses, além de promover transferências e remoções de funcionários, causando muita apreensão entre os trabalhadores, que ficam na incerteza do que vai acontecer com eles nos próximos dias.

                Recebemos várias denúncias de que algumas transferências e remoções foram feitas de imediato, sem qualquer comunicação prévia ao funcionário atingido, provocando um verdadeiro desequilíbrio na vida dessas pessoas. Tanto das que são atingidas diretamente, quanto dos que tem de absorver os reflexos dessas mudanças.

                Um caso triste chama a atenção: as empregadas que se afastam por licença maternidade, quando da ocasião de seu retorno, ficam bastante apreensivas, pois não sabem se a demissão virá logo após o fim da estabilidade provisória ou se ocupam cargo comissionado, normalmente ficam sem função alguma, tendo uma redução drástica no salário e a humilhação da desvalorização de todo o esforço que dedicou ao banco antes de ser mãe!

                Além do prejuízo financeiro, da precariedade dos serviços prestados à sociedade, tem ocorrido um grande número de adoecimentos dos trabalhadores, que temerosos de serem demitidos ou “premiados” com transferências abruptas ou perda de função, sujeitam-se a trabalhar nestas condições, até que algum gerente afinado com a política do banco, encontre uma falha no seu procedimento e “justifique” a demissão, alegando que foi por motivos provocados pelo próprio funcionário.

                O Sindicato dos Bancários de Mossoró e Região está atento e colhendo dados mais concretos, para, se necessário for, fazer denúncia junto aos órgãos competentes, especialmente ao Ministério Público do Trabalho.

A Diretoria

Nossa FanPage:

www.facebook.com/InformativoBancario

Siga-nos também no Twitter: @sindbancarios60

Postado por Diógenes Neto




© Copyright 2011. Todos os direitos Reservados. Av.Abel Coelho, 1600 - Abolição 3 / Mossoro/RN Telefone: 84 3318-1600/ Fax: 84 3318-1432